Como os ladrões escolhem os carros que são roubados?



Mesmo com toda as mudanças tecnologias nos carros, ainda não foi criando um mecanismo que afasta os ladrões, e o índice de roubos de carros continuam crescendo em muitas cidades, por ano são roubados mais 300 mil carros no Brasil, a maior parte dos carros são roubados para suas peças serem revendidas no mercado paralelo.
Mas muitos especialistas em segurança revelam quais as características que tornam alguns carros menos atraentes aos ladrões, Veja a seguir, alguns dos motivos que levam os ladrões a não “escolherem” determinado carro:

Localização e horário: Os roubos de carros na maioria das vezes são próximos a desmanches e de fácil rota de fuga, com avenidas e ruas próximas a rodovias. E o período da manhã também é o preferido pelos ladrões, pois tem mais tempo para levar o veículo para longe.

Rodas: Muitos roubos são motivados pelas rodas. Dessa forma, os carros com rodas mais básicas acabam sendo mais ignorados pelos ladrões do que os carros com rodas de liga leve, por exemplo. E ainda, se o objetivo for roubar um certo modelo de veículo e o ladrão encontrar dois carros do mesmo modelo, ele irá preferir aquele que tiver as rodas em melhores condições.
Acessórios: Os carros com muitos acessórios têm sido preferidos por ladrões, como os estribos e os estepes, peças que são muito roubadas por terem alta demanda no mercado paralelo. Se o ladrão estiver na dúvida entre dois carros parecidos, o item à mostra pode servir como critério de desempate. Rádios, tevês, GPS entre outros equipamentos que podem ser vendidos separadamente são os queridinhos dos ladrões, rádios originais de fábricas não interessam, pois eles raramente funcionam em outra marca de veículo.

Cores: Os carros com cores chamativas podem ser evitados pelos ladrões, pois têm maior facilidade de localização e a menor procura no chamado “mercado negro”, já que possuem dificuldade de revenda e pelas peças coloridas serem menos buscadas para reposição.

Vagas perto da saída do estacionamento : Hoje em dia acontecem muitos roubos em estacionamentos de shoppings, estádios e outros lugares de grande circulação, e vagas mais próximas da saída do estacionamento facilitam a fuga de bandidos e pode ser mais vantajoso roubar carros nelas do que em vagas mais afastadas.
ravas físicas: As travas de volante e de câmbio acabam criando um grau de dificuldade para a ação do ladrão e ele pode deixar de agir ao ver a trava.

Com essas dicas é possível pelo menos dificultar, a ação dos ladrões nos casos de roubo, “O criminoso leva cerca de um minuto para abrir o veículo e colocá-lo em movimento”, alerta o delegado titular da 1ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Furtos e Roubos de Veículos de Cargas. O seguro contra roubo ainda é um dos meios mais eficazes de se evitar prejuízo.
E você como protege seu carro?
(Fonte: R7)
Como os ladrões escolhem os carros que são roubados? Como os ladrões escolhem os carros que são roubados? Reviewed by Educa Bolso on 10:00:00 Rating: 5

Nenhum comentário

Post AD