Fuja de gente que reclama da vida: prejudica o seu cérebro e o dela



Pode reparar que as pessoas que reclamam de tudo, que falam mal dos outros e vivem se lamentando não progridem na vida… vivem angustiadas.
Pior: a ciência mostra que isso prejudica o cérebro delas e também de quem dá ouvidos a essas conversas. (veja como escapar dessa energia ruim abaixo)
Um estudo do autor, cientista da computação e filósofo, Steven Parton examinou as emoções negativas provocadas pela reclamações. Sua teoria sugere que a negatividade e a reclamação alteram a estrutura e função do cérebro e do corpo.
Ele trabalha com a neuroplasticidade, a ciência que mostra como o cérebro constrói suas conexões com base em tudo que é exposto de forma repetida.
“O princípio é simples: em todo o seu cérebro há uma coleção de sinapses – responsáveis por transmitir as informações de uma célula para outra – separadas por espaços vazios chamados de fenda sináptica.
Sempre que você tem um pensamento, uma sinapse dispara uma reação química através da fenda para outra sinapse, construindo assim uma ponte por onde um sinal elétrico pode atravessar, carregando a informação relevante do seu pensamento durante a descarga.
… toda vez que essa descarga elétrica é acionada, as sinapses se aproximam mais, para diminuir a distância que a descarga elétrica precisa percorrer …. o cérebro irá refazer seus próprios circuitos, alterando-se fisicamente para facilitar que as sinapses adequadas compartilhem a reação química e, tornando mais fácil para o pensamento se propagar. “
Trocando em miúdos
Quando alguém derrama um caminhão de fofocas, de negatividade e drama em cima de você, você pode ter certeza que está sendo afetado bioquimicamente por essa energia, o que poderá diminuir suas chances de ser feliz.
A exposição a este tipo de explosão emocional provoca stress e já sabemos que o estresse mata.

Parton explica que o seu cérebro relaciona-se com o que a outra pessoa graças aos “neurônios-espelho”, que garantem que aprendamos com o meio ambiente, e são também os elementos bioquímicos essenciais da empatia.
Nessa conversa nossa porção empática responde “experimentando” essa emoção, como se fosse uma tentativa de se relacionar e compreender o drama do outro.
Acontece assim a troca dessas energias negativas.
Ciência da Felicidade
Parton fala da “ciência da felicidade”.
Ele diz que este comportamento de reclamação contínua oferece um estudo propício para a ligação entre o poder do pensamento e a capacidade de controle que uma pessoa pode ter sobre a criação da realidade à sua volta.
“… Se você está sempre reclamando e menospreza o seu próprio poder sobre a realidade, você não pensa que tem o poder de mudar. E assim, você nunca vai mudar. “
Pense nisso. Pare de reclamar e fuja da reclamação dos outros…
Se não melhorar sua vida vai, logo de cara, te deixar menos “pra baixo”.
Com informações do WakingTimes
Fuja de gente que reclama da vida: prejudica o seu cérebro e o dela Fuja de gente que reclama da vida: prejudica o seu cérebro e o dela Reviewed by Educa Bolso on 12:00:00 Rating: 5

Nenhum comentário

Post AD